Café, música e romance

Por Ricardo Pereira

Café inspira, podendo produzir letras, filosofia, arte, poesia, música, cinema, um bom bate-papo, romance, história e mais romance. Garante a energia extra para as horas de pesada labuta e, de outro modo, assim como a boa música ainda torna agradável o encontro de almas afins nos mais charmosos cafés, em quase todos os lugares do mundo.

conservatory-1031494

Participe do grupo do Sibila da Antevisão no Facebook

Imortalizado ele foi, ele é, não importa que seja o ator principal ou coadjuvante, ou que o termo que lhe dá o seu nome surja casualmente na capa ou no meio das palavras do mais intrincado jogo de versos de um insondável livro de poemas.

Prefiro café do que chá. Sim, eu tenho um vício. Como diria Mário Quintana: “O café é mais intelectual- o chá, mais espiritual”.

Moças do Café

“Senhoras tomando café”

In: https://br.pinterest.com/pin/141300507029780784/

Trágico em cena o café surge nas letras de Dom Casmurro: “[…] Bento decidiu beber o veneno junto ao seu café. Antes disso, resolveu ler um filósofo grego, assim como outros personagens históricos fizeram antes do suicídio. […] Quando chegou o café, guardou o livro e despejou o veneno na xícara. Pensou que seria melhor esperar que Capitu e o filho saíssem para missa. Nisso surgiu o garoto, abraçando suas pernas e gritando ‘Papai, papai!’”.

Cômico, ele aparece até em piadas sobre açúcar:

“Um senhor chegou ao botequim e perguntou:
-Quanto custa um café, por favor?
A moça respondeu:
-O café é um Real.
-E o açúcar? – perguntou o homem.
-O açúcar é de graça – disse a moça.
-Ótimo,- concluiu o homem – então me vê três quilos.”

É possível que ele, o café, pressagie a iminência de romances, seja, por exemplo, por meio da antiga prática de leitura oracular da borra de café ou através do novo oráculo de cartas Sibila da Antevisão.

19---Café

Participe do grupo do Sibila da Antevisão no Facebook

No Sibila da Antevisão, a simples combinação das cartas Café mais Vitrola  sugere o indício de um romance, que pode começar, como em um enredo de uma estória literária. Tudo começa com uma ingênua paquera com o amigo do amigo no café da esquina (carta Café) durante o horário do almoço de trabalho. Na cena seguinte, uma conversa e logo em seguida a senhorita pode receber um sutil convite para uma noitada de festa e de diversão regados à boa música em casa de amigos do amigo do amigo (Carta Vitrola). Caso no meio dessa combinação de cartas venha a surgir a carta Mão com Tulipas, é possível que, em um dia qualquer, a moça ainda corra o risco de ser contemplada, – talvez, no escurinho de um cinema desses que existem por ai, ou até mesmo na sala de estar de casa -, com uma efusiva declaração de amor  do amigo do amigo, que encontrara e paquerara ao saborear um delicioso cappuccino no café da esquina. Sendo assim, o que fora indicado em previsão oracular, tornar-se-ia, então, a mais pura manifestação do desejo: a moça agora tem um namorado “hipnoticamente” apaixonado.

VitrolaCaféMãoulipas

Participe do grupo do Sibila da Antevisão no Facebook

Quantos romances não foram previstos e começaram ou se iniciam como esse, com o cupido se manifestando, inusitadamente, na forma de uma deliciosa xícara de café?

O café é assim, um edificador de histórias e estórias. Sempre é companheiro nos momentos de cruel solidão. Parceiro agradável em mesa de amigos. É símbolo e título de carta de oráculo. Doce ou amargo, desperta os sentidos e ainda,  meu caro leitor, atrai o amor. O amor, – como disse uma vez Pablo Neruda em entrevista à Clarice Lispector – é o amor.

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA

Machado de Assis. Dom Casmurro. Capítulo 136: A xícara de café.

PABLO Neruda: entrevistado por Clarice Lispector. Disponível em: http://www.elfikurten.com.br/2012/12/clarice-lispector-entrevista-pablo.html

QUINTANA, Mario. Da preguiça como método de trabalho, 1987.

Participe do grupo do Sibila da Antevisão no Facebook

Conflito entre casal e esclarecimento: quando o tarô responde sim

Por Ricardo Pereira

A sogra de Mariene a envolveu em uma “sinuca de bico” com o marido  devido a um mal entendido durante uma festa em sua casa. Na cozinha, a sogra encontrou Pedro, – que é amigo de Renan, esposo de Mariene -, com a mão na cintura da nora em um momento no qual, segundo a consultante, Pedro lhe contava um fato que passara com ele durante a festa, com uma garota que ele está a fim e que também é amiga de Mariene.

Ao ver a cena, a sogra deturpou tudo e fez um escândalo que não só chamou a atenção dos convidados, como também colocou uma “pulga atrás da orelha” de Renan, que não perdoou Mariene, sugerindo-lhe uma separação.

Mariene e  a sogra vivem numa espécie de implicância, uma com outra. Não se entendem muito e vivem na rixa. A sogra vive procurando fatos ou motivos para separar seu filho da nora.

A consultante fez promessa para não se separar (mas, está nesse período na casa dos pais) e quis saber do tarô se esse fato será esclarecido e se a verdade virá à tona.

Usei no atendimento o meu tarô de Jane Austen, que é muito eficiente em análise de casos conjugais. O método que utilizei foi o Três Segredos, publicado no meu livro Sibila da Antevisão: Divino Oráculo. Importante salientar, que esse método se utiliza da técnica de cartas-temas, que para esse atendimento foi dispensada. Optei também pela aplicação do método americano: todos os 78 arcanos misturados e embaralhados em um só monte, com posterior disposição das cartas sorteadas na mesa de consulta.

Para esse caso o tarô respondeu do seguinte modo:

Amor-que-nasce

Casa 1 – Ore: (O desejo ou pedido feito em oração/questão)

5 de Paus

5 de Paus - Jane

O conflito está instalado e o momento é tenso com forte influência desfavorável à consultante. O mal entendido tem gerado raiva e mágoa no esposo, que nesse momento está meio “irredutível” quanto a decisão de separação que tomou. Não tomou, claro, a decisão final, pois há dúvidas na cabeça dele e sente que a coisa ainda está mal resolvida.

Casa 2 – Espere: (desenrolar da questão/daqui a 3 meses)

Enamorados

Enamorados - Jane

Parece-me, que Renan ainda estará por um bom tempo dando ouvidos a sua mãe, mas,  ele deverá fazer uma escolha e tomar uma decisão que irá definir o rumo de seu casamento com Mariene. A situação ficará pendente, e ela continuará na casa dos pais, mas eles terão um conversa definitiva sobre esse problema.

Casa 3 – Confie: (Resultado)

Ás de Paus

Ás de Paus - Jane

No tarô de Jane Austen os Ás de Paus traz a imagem de um livro sobre uma mesa e sobre ele um candelabro com uma vela acesa, denotando, dentre ouros aspectos, o ESCLARECIMENTO, a verdade que virá à tona, trazendo junto com ela a solução de um problema. Desse modo, o tarô respondeu que SIM, que nesses três meses após a consulta, Renan e Mariane vão conversar, esclarecer os fatos e irão se entender, o que culminará em uma reconciliação, em uma nova chance para a vida a dois.

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA

PEREIRA, Ricardo. Sibila da antevisão: divino oráculo. Fortaleza: Expressão Gráfica, 2015.

Relação interesseira

Por Ricardo Pereira

22---Mão-com-TulipasAstolfo desejoso de saber se a namorada Armelinda tinha interesse de com ele se reconciliar, consultou o Sibila da Antevisão.

A relação deles caminha por uns três meses. Foi paixão à primeira vista, dele por ela. Mas, já entraram em crise, pois ele além de apaixonado, é muito jovem, desejando ainda se divertir, mas também conhecê-la melhor. Ela, por outro lado deseja se casar e como ele “deu para trás”, não lhe dizendo nem que sim  e nem que não, ela resolveu arriscar um rompimento.

Astolfo é filho único, e um rico fazendeiro de Goiás. Herdara há pouco toda a fortuna do pai. Armelinda é de classe média, estudante de estilismo e moda e mora ainda com os seus pais.

A tiragem fora concebida a partir do método “X do amor”, publicado no meu livro Sibila da Antevisão: Divino Oráculo. Para conhecer o que estão falando sobre o Sibila da Antevisão, leia a resenha de Jamile Pinheiro no site Sibilinas.

Na consulta , estabeleci que a coluna A seria de Astolfo, o consultante e a coluna B, de Armelinda, conforme ilustração abaixo:

Interesse

Na Casa 1 da coluna A, que analisa o desejo do consultante diante à relação, deu o ar da graça a carta Mão com Tulipas (9 de Copas), reafirmando o desejo dele por uma reconciliação. Ele quer sim, reatar com Armelinda.

Na casa 2 da coluna B, que fala do desejo da namorada dele diante à relação, surgiu a carta Bolo de Noiva (9 de Paus), enfatizando o desejo dela de casar-se com ele, o mais rápido possível.

Na Casa 3 da coluna A, que analisa o sentimento do consultante por Armelinda, apareceu a carta Amor-perfeito (2 de Copas), confirmando o sentimento de paixão ou amor dele por ela.

Na casa 4 da coluna B, que analisa o sentimento de Armelinda pelo  consultante, surgiu a carta Carteira Cheia (7 de Ouros), destacando que ela está a fim mesmo, nesse momento da evolução do relacionamento, é do dinheiro do fazendeiro goiano, Astolfo. Ele ficou meio “chateado”, mas tive que dizer isso pra ele, que ela estava sendo interesseira. Ele disse que daqui para frente vai observar melhor se isso condiz com o comportamento atual dela em relação a ele, mas que também teme que a paixão o cegue.

Na casa 5, “X do amor”, que avalia o futuro da relação em um prazo a ser estabelecido, nesse caso, um mês, emergiu a carta Mulher no Portão (10 de Copas), destacando que daqui a um mês, se ele não pedi-la em casamento, eles não se reconciliam. Aguardemos então o desenrolar da história até lá.

NOTA:  essa técnica de tiragem e muitas outras são  apresentadas em detalhes em termos de regras e de aplicação no livro Sibila da Antevisão: Divino Oráculo, que pode ser  adquirido junto com o baralho oracular com esse mesmo título,  aqui: Sibila da Antevisão

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA

PEREIRA, Ricardo. Sibila da antevisão: divino oráculo. Fortaleza: Expressão Gráfica, 2015.

 

Agora sai: desvendando um caso com o Sibila da Antevisão

Por Ricardo Pereira

Uma pessoa há tempos que vem negociado, com as lideranças da empresa em que trabalha, assumir um cargo de gestão importante. O cargo envolve atuações  estratégicas entre instituições, portanto, se caracteriza pelo alto grau de interferência política entre as partes interessadas no negócio.

O clima e as relações são de competição e muitos na empresa estão vislumbrando ocupar tal cargo. A consultante é uma pessoa de grande experiência e possui evidente poder de articulação, detém o acesso à informações importantes da empresa e é habilidosa em comunicação e negociação. Pessoa de poder de comando na empresa prometeu-lhe a certa ascensão ao cargo ainda neste ano, mas algumas negociações políticas ainda estão pendentes.

A consulta ao Sibila da Antevisão foi para saber se ela deverá assumir realmente tal cargo ainda neste ano de 2016. O método utilizado na consulta foi o da Cruz.

Abaixo, imagem com as cartas dispostas na mesa de atendimento:

Chelia

Casa 1: O sim. O que está a favor: Café (6 de Copas) + Ninho de Cobras (Cinco de Copas)

Café-e-Ninho

A carta Café ou 6 de Copas ratifica que a promessa firmada em encontro de negociação com a consultante, para que ela assuma tal cargo, está sendo cumprida, mas por outro lado há interferências. Invejosos e cobiçosos ao cargo se impõem como antagonistas à decisão, como destacado pela carta Ninho de Cobras ou 5 de Copas, e estão atuando negativamente no sentido de que tal promessa não se cumpra, ou seja, para que a consultante não ascenda à gerência desejada.

Casa 2: O não. O que está contra: Velha Senhora (Rainha de Ouros) + Homem da Lei (Rei de Espadas)

Velha-e-HomemLei

Provavelmente, há a interferência negativa de uma mulher experiente, competente e que detém amplos poderes de decisão na empresa, como destacado pela carta Velha Senhora ou Rainha de Ouros, e que não deseja que a consultante  assuma com celeridade tal cargo e para isso ela pode estar atrasando o atendimento de algum aspecto legal ou normativo da transação, possibilidade esta indicada pela carta Homem da Lei ou Rei de Espadas. Ela pode está embarreirando o processo de formalização do cargo, gerando atrasos burocráticos e impondo obstáculos à ascensão da consultante a esse novo posto de trabalho.

Casa 3: O que está por vir. O que está no caminho futuro da consultante: Coluna (3 de Paus) + Vitrola (8 de Copas)

Col-e-Vitrola

Mesmo com todo o atraso, em mais ou menos uns seis meses, a consultante terá formalizado  a sua ascensão ao novo cargo, tendo garantido a realização da promessa que lhe fizeram em reuniões de negociação, como antevê a carta Coluna ou 3 de Paus. É certo que ela poderá comemorar tal conquista, como prediz a carta Vitrola ou 8 de Copas.

Casa 4: A chegada. O resultado no futuro: Troféu (5 de Paus) + Mulher com Criança (Rainha de Copas)

Trof-e-MulhCrian

A consultante triunfará, Troféu ou 5 de Paus, sobre os que lhes são antagonistas e sobre todos os obstáculos que lhe puserem no caminho, conseguindo o provimento ou nomeação, como destacado pela carta Mulher com Criança ou Rainha de Copas, que tanto almeja.

NOTA:  a técnica de combinação de cartas duas a duas, permiti-nos o detalhamento das antevisões destacadas por cada uma das cartas nas casas de qualquer método a ser utilizado. Essas técnicas são  apresentadas no livro Sibila da Antevisão: Divino Oráculo, que em conjunto com o baralho oracular com esse mesmo título pode ser adquirido aqui: Sibila da Antevisão

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA

PEREIRA, Ricardo. Sibila da antevisão: divino oráculo. Fortaleza: Expressão Gráfica, 2015.