Fins e inícios de ciclos: adeus ano velho, feliz ano novo …

Por Ricardo Pereira
Para o mundo Ocidental, mas uma passagem de ciclo está chegando ao seu fim. O momento é de conclusão e de efetivar o balanço dos resultados alcançados a cada passo dado no decorrer do ano.

O tempo é também de colheita. O que foi plantado, de bom ou mau, agora está sendo colhido, trazendo consigo os seus impactos. É um momento também de fazer escolhas, separando o joio do trigo.

Uma limpeza de cada cômodo ou objeto que compõem o cenário de nossa existência também é muito pertinente, pois abrirá espaços para o novo, para mais um início de ciclo.

Do ponto de vista do Tarô, 2009 foi um ano regido, principalmente, pelo arcano maior “A Força”, destacando que este foi um ano focado na busca dos mais diversos tipos de controles, seja sobre a hegemonia conseguida, ou dos domínios sobre aquilo que fora outrora conquistado, no sentido de fortalecimento de estruturas, das bases das muitas fortalezas erigidas.

Algumas nações e pessoas se ocuparam basicamente de manterem sob controle aquelas áreas consideradas importantes, desafiadoras, por serem de difícil monitoramento ou acompanhamento. A manutenção do equilíbrio dessas áreas foi o principal desafio de 2009.

Nesse sentido, a tensão mundial foi uma constante, já que para muitos países a ameaça externa esteve, quase sempre, a espreita, surgindo ou através de crises econômicas e políticas, ou através dos conflitos religiosos, da violência, das conquistas através do uso da força bruta ou do terror, aspectos estes bem peculiares aos atributos que emergem do outro polo do arcano maior, “A Força”.

Importante observar, que todo o funcionamento da vida ocorre em ciclos, os quais iniciam com a emergência do nascimento e terminam com o cessar, o desaparecimento, em sentido amplo, de algo ou alguém, podendo, em nível simbólico, cada ciclo ser calculado através de números, assim como traduzidos por meio da análise dos mais diversos símbolos que compõem o acervo de expressões naturais, conscientes e inconscientes, do ser humano no decorrer da construção da História.

No Tarô, o arcano maior que traz consigo o fenômeno do completo processo cíclico é o arcano maior “O Louco”. Ele é o início, a evolução e o fim no sentido mais amplo da existência de todos os seres viventes, os quais compõem o Universo.

Desse modo, este arcano maior não possui um posicionamento definido no oráculo, podendo ser ele, na ordem numérica dos arcanos maiores, o número zero ou o 22, fazendo, neste âmbito, o elo de ligação com os demais, separando, por assim dizer, o ciclo completo do ciclo que vai iniciar.

Em nível simbólico, cada experiência vivida é uma passagem por este arcano maior, o qual representa a jornada humana rumo à evolução, a qual precisa ser vivenciada, pelo “O Louco” ou pelo homem, a partir de sua passagem e estadia e passagem em cada um dos 21 arcanos maiores, até se encerrar completamente, no transcorrer dos tempos, do espírito, o ciclo evolucional.

Nesse contexto, o Tarô traz alguns arcanos representativos dos ciclos da existência.

Por exemplo, o maior “O Mago”, arcano maior de número 1 representa o início, o primeiro passo dado pelo “O Louco”, o potencial de realização. É a idéia que precisa ser maturada.

Na escala estrutural dos arcanos maiores, o arcano “O Carro”, representa o primeiro fim de ciclo, o qual prepara para o início de um novo.

Após a escolha consciente, do “O Louco”, pela condução de sua própria vida, deverá seguir naturalmente a sua trajetória, mesmo, sabendo, ele, que passará, ainda, por algumas provações e tentações, já que não possui o controle total de sua existência neste plano da matéria.

Após a passagem do “O Louco” pelo “O Carro”, arcano maior de número 7, passará por mais seis arcanos até chegar ao maior “A Temperança”, arcano maior de número 14, o qual destaca, nesta trajetória, um segundo fim de ciclo, denotando que muitos desafios, altos e baixos e compensações fizeram e fazem, ainda, parte do seu ciclo de amadurecimento humano e, também, espiritual.

Neste arcano maior “A Temperança”, mais um ciclo é encerrado, o homem já nasceu, já passou pelo “A Morte”, (nascimento e morte, opostos complementares de um mundo dual) atingiu certa experiência, está mais maduro, mas, ainda busca alguns ajustamentos, equilíbrios necessários ao seu caminhar na vida, por isso, assim como se finda um ciclo, um outro começa sob o influxo do mundo das tentações e das paixões projetado pelo arcano maior “O Diabo”.

Após ter superado o tortuoso encontro com as tentações, as ilusões, enganos do mundo material, com alguns êxitos, passando, assim, por mais seis arcanos maiores ou etapas de seu ciclo evolucional, o maior “O Louco” finaliza, no terceiro fim de ciclo, ressaltado no arcano maior de número 21, ” O Mundo”, com maestria, a sua jornada ou trajetória, fechando, desta forma, mais um ciclo material e interior, sempre mais experiente, preparado e aberto para se lançar rumo às outras jornadas que estão por vir, até atingir a sua máxima totalidade.

Deste mesmo modo, enveredado e motivado pela dança extasiada do “O Louco”, encerro o meu ciclo de trabalho de escrita e disponibilização de artigos, deste ano de 2009, neste Substractum Tarot, agradecendo-lhes a fidelidade e visitas constantes, desejando-lhes um próximo ciclo anual, sob a égide do arcano maior “A Imperatriz”, de iniciativas factíveis, de parcerias substanciais e agregadoras, assim como de muita paz, sabedoria, equilíbrio, produtividade, grandes realizações e, sobretudo, de um sentido de gratidão ao Divino, à Deusa, ao nosso Eu Superior por cada conquista alcançada.

Um feliz 2010, para ti, caro(a) leitor(a)!

És e sempre serás a razão de ser do meu trabalho por aqui.

O meu muito obrigado!

E, sucesso, sempre!

FONTES DAS ILUSTRAÇÕES

GAUDENZI, Giacinto. Dürer Tarot: O Louco, O Carro, A Temperança e o Mundo. Torino, It: Lo Scarabeo, 2002. Disponível em: http://www.albideuter.de/html/duerer.html Acesso em: 29 dez. 2009.

U. S GAMES SYSTEM INC. Rolla Nordic Tarot: A Morte e O Diabo. Stamford, USA: Us Games System Inc., 1980. Disponível em: http://www.albideuter.de/html/rolla_nordic.html Acesso em: 29 dez. 2009.

U. S GAMES SYSTEM INC. Cary Yale Visconti Tarot: A Força e A Imperatriz. Stamford, CT, USA: Us Games System Inc., 1985. Disponível em: http://www.albideuter.de/html/cary_yale.html Acesso em: 29 dez. 2009. (O original Visconti-Sforça Tarot possui a autoria provável de Bonifácio Bembo, tendo surgido por volta de 1440, século XV).