Esse homem, essa mulher: quando o tarô representa pessoas

Por Ricardo Pereira

A representação de pessoas, personagens importantes e de impacto em abordagem taromântica pode ser evidenciada a partir de vários modelos ou técnicas de tiragens.

“Rainha de Copas e Alice”
In: Google

Em alguns livros de tarô podem ser vistos alguns exemplos de técnicas aplicadas à taromancia que possuem a finalidade de facilitar, ao tarólogo, a identificação de situações nas quais as pessoas envolvidas são respresentadas por alguns arcanos, sejam eles maiores ou menores.

Técnica que desenvolvi

Nesse contexto, desenvolvi a seguinte técnica:

1 – os arcanos maiores A Imperatriz e O Imperador representam durante a consulta “essa mulher” ou “esse homem”, ou seja, são pessoas próximas ao consulente: irmão, irmã, pai, mãe, avô, avó, tio, tia, esposo, esposa, noivo, noiva, namorado, namorada, um parente qualquer ou um amigo ou uma amiga, um profissional que faz ou fará parte, dentro de um contexto, da vida do consulente.

2 – O consulente, pode ser  representado ou pelo O Mago ou pelo maior A Papisa e nesse caso o tarólogo se refere a esses arcanos na tiragem como “… você isso …, aqui, aquilo outro etc…”

O Mago e A Papisa, representam o(a) consulente
A Imperatriz e O Imperador, representam “essa mulher ou esse homem”
Arcanos do Tarô de Marselha
In: Google

3 – O eficiente detalhadamento do contexto da história vivida pelo consulente e das pessoas nele inseridas deve ser um fator crítico de sucesso durante o processo de identificação de personagens importantes envolvidos no caso.


4 – Os demais arcanos maiores irão representar sempre e em todos os casos apenas situações, características e previsões no presente, passado e futuro.

Por exemplo: O Imperador + O Papa, podem representar que “esse homem” é um advogado ou juíz (O Papa) e a interpretação pode ser algo assim: “esse homem” (O Imperador =  pessoa próxima e importante dentro do contexto), é um juíz = O Papa = situação, previsão; que é alguém que vai ou pode dar ganho de causa ao consulente …” etc.

Quanto aos arcanos menores da corte e os numerados

1 – qualquer arcano menor da corte rei, rainha e cavaleiro, dos quatro naipes, que surgirem primeiro na tiragem  podem representar uma terceira pessoa no contexto que se sairá bem ou que não terá sucesso na demanda que envolve o consulente e o tarólogo refere-se a eles também por “esse homem ..”, “… essa mulher …”

2 – Um dos pajens, dos quatro naipes, que surgir primeiro  na tiragem denotará o envolvimento de homem ou mulher muito jovem também no caso, podendo tratar-se, inclusive, de criança que já está no caso ou poderá aparecer de alguma forma e o tarólogo refere-se a eles também por “esse jovem ..”, “… essa jovem …”

In Taroteca.com
3 – Os arcanos menores numerados irão representar sempre e em todos os casos apenas situações, características e previsões no presente, passado e futuro.

Algumas possibilidades

Cat People Tarot
In Google

1 – pode acontecer de não surgir nem O Mago e nem A Papisa na tiragem, o que significa logo de imediato que as pessoas envolvidas em um caso do consulente não terão poder algum sobre ele ou ela, portanto, não a atingirão porque não terão, por mais que desejem, a quem atingir, encerrando-se a consulta imediatamente.

2 – É possível também não surgirem ou O Imperador  ou A Imperatriz na tiragem, isso significa que atuação das pessoas que lhe preocupam em dado contexto não será significativa nem para o bem e nem para o mal, ou melhor, ninguém prevalecerá sobre a vontade ou desejo do consulente ou não ficará, de qualquer forma, influenciando ou fará parte, de algum modo, de sua vida. A consulta deverá transcorrer normalmente, mesmo sem a presença dessas figuras arcânicas.

3 – Se aparecerem rei, rainha e cavaleiro, a leitura dará importância àquele arcano da corte que aparecer primeiro, independentemente de casa, atribuindo a ele a figura da pessoa que está envolvida, para o bem ou para prejuízo, na vida do consulente.

4 – Se for um rei ou um cavaleiro, a leitura  é feita com a interpretação: “… esse homem … vai agir assim, desta forma, é isso ou aquilo… ou não vai fazer-lhe mal etc” e se for a rainha: “… essa mulher vai isso, aquilo, aquilo outro … pode fazer assim ou não vai fazer-lhe algum mal  etc…”

5 – Se não surgir nenhum  arcano da corte, a consulta deverá transcorrer normalmente e isso também significa que as pessoas levadas à investigação do tarô não exercem qualquer poder ou influência naquele contexto.

Rainhas do Housewives Tarot
In Google

6 – Se surgir um pajem de espadas ou paus, significa alguém muito jovem do sexo masculino atuando; se for um pajem de copas ou de ouros, denota a atuação de alguém muito jovem do sexo feminino.

7 – Arcanos da corte de copas denotam pessoas muito brancas, louras ou ruivas; e de ouros podem ser pessoas claras de cabelos lisos, castanhos, ou morenas claras de cabelos pretos lisos ou encaracolados; e os de paus destacam o surgimento de pessoas morenas escuras de cabelos provavelmente pretos, encaracolados ou crespos; e os de espadas, pessoas mulatas ou negras, possivelmente de cabelos pretos e crespos. 

8 – Reis e rainhas, pessoas de 35 anos em diante; cavaleiros, pessoas com faixa etária de 21 anos a 34 anos; pajens, crianças e adolescentes.

9 –  Se tiver mais pessoas envolvidas no contexto ou problema, convém fazer uma tiragem individual
para cada uma, a fim de verificar o grau de atuação delas nessa mesma questão. Esse procedimento evitará, sobremaneira, possíveis
confusões de interpretações sobre o que está sendo representado, pelos arcanos, como pessoas ou como outros elementos: formas ou características de atuação, modos de agir, de fazer as coisas, situações propriamente ditas etc.


Quanto ao uso e escolha de método de tiragem

1 – o método de tiragem utilizado pode ser qualquer um que sirva para facilitar a obtenção de respostas dos arcanos.

Eu prefiro, nesse caso, utilizar-me do método americano, com todos os arcanos misturados com duas cartas por casa. E, em alguns momentos posso somar à qualquer casa mais um ou dois arcanos do monte para dar mais clareza a resposta. É perfeito! Sempre dá certo!

2 – É importante que o consulente embaralhe o tarô e escolha as cartas em consulta presencial.

3 – Se a consulta for a distância, pela internet usando-se skype ou msn ou outro recurso, o tarólogo concentra-se no nome do consulente e as escolhe por ele.

A técnica na prática

Para entenderem na prática como se dá esse procedimentos, observem, a seguir, um exemplo prático.

Determinado consulente, gostaria de saber se seria promovido pelo chefe em maio de 2011.

Vale salientar, que há uma só vaga sendo pleiteada por dois empregados, que atuam numa mesma função. O consulente concorre com uma colega que também deseja a promoção e também está negociando com a alta direção da empresa a ocupação da vaga.

Utilizei-me do meu método COR (Casa 1 – Condição; Casa 2 – Objeção; Casa 3 – Resultado) e surgiram os seguintes arcanos para responderem a pergunta:

Casa 1 – Condição – O Imperador + 5 de Paus + O Mago

O Imperador, 5 de Paus, O Mago
Tarot Atalla
By Daniel Atalla, 2004

“Esse homem – O Imperador – chefe do consulente”  vê “você – O Mago” como um forte (5 de Paus) candidato, com a competência necessária para ocupar tal vaga, para ser o profissional a ser promovido.

Casa 2 – Objeção (arcanos com atributos reversos) – Rainha de Espadas + O Papa

Rainha de Espadas, O Papa
Tarot Atalla
By Daniel Atalla, 2004

“Essa mulher – Rainha de Espadas – colega do consulente” não possui o “perfil – O Papa” para ocupar a função, está despreparada, portanto não há objeção para que o consulente seja promovido.

Casa 3 – Resultado – 2 de Copas + A Torre

2 de Copas, A Torre
Tarot Atalla
By Daniel Atalla, 2004

O consulente será promovido e mudará (A Torre – influência de terceiros) de função.

Na prática, seguindo-se,  conforme aqui ensinado, cada uma dessas simples regrinhas dessa técnica, as interpretações durante a consulta  poderá trazer resultados significativamente precisos .

Agora, se “algum tarólogo” ou “alguma taróloga” readequar ou negligenciar qualquer um dos passos desta técnica, equívocos de leitura ou de interpretações taromânticas consequentes, ocasionadas por essa sua falha, poderão, possivelmente, ocorrer. Portanto, seguir esse modelo de acordo com as suas regras é o ideal.

BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA

MARTEU, Paul. O tarô de Marselha: tradição e simbolismo. Rio de Janeiro: Objetiva, 1991.

MATHERS. S. L. MacGregor. O tarot: um pequeno tratado sobre a leitura das cartas. São Paulo: Madras, 2003.

NAIFF, Nei . Tarô, vida e destino: estudos completos do tarô. São Paulo: Elevação, 2001. V. 2

Licença Creative Commons
A obra Esse homem, essa mulher: quando o tarô representa pessoas, de Ricardo Pereira, foi licenciada com uma Licença Creative Commons – Atribuição – Uso Não Comercial – Obras Derivadas Proibidas 3.0 Brasil.
Com base na obra disponível em www.substractumtarot.com.

5 comments

  1. giselecossas says:

    Para esclarecer…

    Ricardo fiz um COR utilizando os passos que apresenta neste texto.

    Casa 1 já saiu logo a Rainha de Copas com o Sete de Espadas e 2 de Espadas

    Casa 2 Saiu a Estrela e a Papisa (no caso eu, com as características destes arcanos invertidas)

    Casa 3 Cavaleiro de Paus e 6 de Copas

    Quer dizer então que a pessoa influenciado a questão é uma mulher que está jogando meio sujo (sete de espadas), e influenciando negativamente na minha intuição (Papisa invertida) e me roubando a esperança? (Estrela invertida)??

    E uma coisa que eu não entendi, o Cavaleiro de Paus no resultado seria um homem jovem que entrará na questão, ou não?

    Beijo, obrigada pela paciência, sou iniciante….

    Gisele

  2. Ricardo Pereira says:

    Gisele,

    Pelas regras, sim, a Rainha de Copas seria "a mulher" que está agindo ou inlfuenciando no contexto(?) vivido por você!

    Como não conheço o contexto, fica muito difícil confirmar as suas dúvidas, ou não!

    No caso do Cavaleiro de Paus, seria, conforme as regras, uma situação ou forma de atuação "dessa mulher" (Rainha de Copas), a qual influência ou atua em algo no contexto vivido…

    Grato pela participação e uma abraço,

    Ricardo

  3. Senhor da Vida says:

    Uma forma muito interessante de identificar os personagens dentro de um contexto, tentarei prestar atenção nos proximos jogos.Obrigado por partilhar, abraços!

  4. Diannus do Nemi says:

    Ricardo,

    Interessante a maneira como contextualizou o jogo do tarot com uma questão política e decisiva, bem como das técnicas e interessantes formas de interpretação que organizou frente a disposição das cartas.

    Bom texto.

    Abraços!

  5. Ricardo Pereira says:

    Diannus,

    Sim, toda essa sistemática que envolve esses meus métodos de tiragens associados ao conhecimento dos arcanos gera resultados precisos dentro da taromancia e isso que os nossos consulente buscam, precisão de respostas para o que eles nos trazem!

    Que bom que apreciou o meu texto!

    Obrigado por sua particpação e volte sempre!

    Abraços!

Comments are closed.