Predições distintas no tarô e cartas combinadas

Por Ricardo Pereira
 
 

Cartas combinadas são aquelas que surgem dentro do método de leitura, estejam elas juntas (lado a lado, ou ainda, uma em casa acima e a outra na casa  abaixo) ou próximas (no entorno uma da outra,  em ligações diagonais etc) arranjadas sobre a mesa em combinação uma(s) com a(s) outra(s), emitindo uma ou mais predições cartomânticas.

No tarô, assim como, em grande parte dos oráculos compostos por cartas de jogar, a possibilidade de formação de arranjos em combinação pode ser bem variada.

Ora, no tarô temos 78 arcanos, 22 maiores e 56 menores, se os combinarmos, por exemplo, 2 a 2, teremos em média 3003 combinações simples, ou seja, matematicamente 3.003 formas distintas de predições oraculares são possíveis se considerarmos um único atributo para cada um dos arcanos em combinação entre eles. Desse mesmo modo, de três em três arcanos teríamos 76.076, de quatro em quatro 1.426.425 combinações e previsões. 

 Só com os arcanos maiores, com base em um simples cálculo fatorial matemático poderemos realizar 1.124.000.727.777.610.000 de previsões distintas. Por outro lado, quando calculamos o fatorial de 78 arcanos, ou do conjunto completo das cartas de tarô, temos em torno de 11.324.281.178.206.300.000. … de possíveis previsões diferentes. Como se pode perceber, o tarô é um livro quase infinito de mensagens que podem ser utilizadas para os mais variados fins.

 Evidentemente, que essas distinções de previsões oraculares quando analisadas uma a uma, ainda podem formar outros conjuntos de predições com dimensões diversas, pois a visão de interpretação que um oraculista pode ter de cada carta e de seus conjuntos de símbolos poderá divergir da do outro e assim por diante, devido a plasticidade simbólica intrínseca aos arcanos, dentre outros fatores, incluindo a visão criativa do oraculista sobre os símbolos do tarô e também a sua capacidade de estabelecer rearranjos simbólicos.

 Nesse sentido, pode-se concluir que uma combinação cartomântica das cartas O Mago mais A Papisa resulta em uma diferente predição, da que resulta da combinação do arcano A Papisa mais  O Mago, independentemente do assunto e contexto analisados e também do método de leitura utilizado.

Tal aspecto é verdadeiro e pode ser traduzido na seguinte fórmula:

Dessa forma: Pc é igual a Predição cartomântica; A, B, C; B, C, A; C, B, A são quantos arcanos possam ser combinados aleatoriamente, resultando em predições diferentes.
Compre o Illuminati Tarot aqui: http://migre.me/mD2WX

Nesse contexto, o que mais intriga os “desavisados”, sobre esse fenômeno,  é a possibilidade de existirem, por exemplo, dez tarólogos com visões de interpretação e de predição diferentes sobre um mesmo assunto e para um mesmo consulente, com base  nessas combinações de  Mago/Papisa versus Papisa/Mago. E, como tudo isso funciona do ponto de vista das chances de acertos das predições? Eis um grande mistério para os construtores do conhecimento! Decerto, que a experiência de cada oraculista, nesse contexto, é o único objeto de sustentação da efetividade de tal tese, assim como os testemunhos dos consulentes quanto à confirmação das predições.

 Vamos a um exemplo prático. Uma senhora desejosa de saber se deixaria, em algum tempo,  de sofrer em seu casamento, consultou o tarô. Se na mesa surgir uma combinação de Rainha de Espadas mais um 3 de Espadas na casa 4 de um Peladan, ou uma combinação de 3 de Espadas mais a Rainha de Espadas nessa mesma casa, as predições para esse mesmo assunto serão evidentemente diferentes.

Compre o Dürer Tarot aqui: http://migre.me/mD31p

Sabe-se, que a Casa 4 do Peladan  faz a análise do “resultado” para uma questão; prediz como ficará, no futuro, um tema taromanticamente avaliado.

Desse modo, a combinação de Rainha de Espadas mais um 3 de Espadas na casa 4 desse método de tiragem prediria, ao meu modo de interpretar o tarô, que essa senhora eliminaria ou daria um fim, no futuro, ao sofrimento pelo qual estaria passando em seu casamento, muito possivelmente por meio de uma separação por ela decidida.

Por outro lado, a combinação de 3 de Espadas mais a Rainha de Espadas na casa 4 do Peladan prediria, ao meu modo de interpretar o tarô, que essa senhora continuaria, no futuro, a sofrer em seu casamento e, insatisfeita, planejaria uma forma de se separar do marido e de se ver livre da dor e do seu sofrimento.

Observe, que, tecnicamente, o primeiro arcano prevalece sobre o segundo, mas o segundo firme e efetivamente também emite a sua mensagem.

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de símbolos: mitos, sonhos, costumes, gestos, formas, figuras, cores, números. Rio de Janeiro: J. Olympio, 2002.